Monday, February 08th, 2010 | Author:

Orquideas phalaenopsis

“Cumpri o que prometi. Mun-Cay, embora nunca te ame, não amará a outra mulher. Prometi e cumpri. A tua alma agora me pertence”.
Hoan-Lan, abraçada ao pé da árvore, clamava desesperadamente a seu tronco imóvel.
“Perdoa-me, Mun-Cay. Tem para mim uma só palavra de amor, de indulgência e compaixão. Não vês como me arrasto aos seus pés, como te abraço, como sofro?”.

Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.

One Response

  1. 1
    Carlos 

    Acesse http://plantas-ornamentais.com/category/paisagismo-jardins o maior portal de paisagismo do Brasil.

Deixe um comentário » Log in