Friday, February 18th, 2011 | Author:

Exemplos de arranjos florais

Tradição significa, entre outras definições apontadas por dicionários, recordação, memória, transmissão de valores através de gerações. Na arte floral, são considerados estilos tradicionais de design: o Biedermeier; o Miller de Fleur; o Cascata e o Fênix. Ao longo do tempo, esses estilos se consolidaram e hoje podem ser considerados clássicos.
Nesta primeira reportagem da série Tradição, a artista floral Lco Mendes, de Campinas, SP, elaborou quatro exemplos de arranjos florais em estilo cascata. Acredita-se que tenha surgido no começo do século XX e que seu nome seja inspirado no fluxo que as flores e folhagens que o compõem criam, assemelhando-se a. uma queda d’água. “Deve ter sido inspirado em uma cachoeira”, acredita Lco.
O estilo cascata já foi muito usado em buquês de noivas e hoje é requisitado para centros de mesa, elaborado cm vasos altos, por exemplo, mas é um estilo que cabe nas diversas ocasiões e ambientes. “Nada impede que o cascata, mesmo sendo um estilo clássico, esteja inserido em decorações modernas, num ambiente arrojado, mostrando contraste”, salienta a artista floral. “Ele cabe até sobre uma urna funerária, onde poderá dar vida e movimento ao ambiente”, elucida.

Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in