Wednesday, September 21st, 2011 | Author:

Graças ao visual diferenciado, o repolho-ornamental (Brassica oleracea var. acephala) é uma daquelas hortaliças que podem freqüentar a horta e até o jardim de sua casa. Colorida, a planta compõe canteiros bem chamativos, desde que cultivada em clima ameno. O frio, aliás, é o grande aliado na formação das folhas em forma de rosetas com tons intensos, o seu grande diferencial. “Em regiões de inverno moderado, os repolhos-ornamentais tendem a perder a cor”, explica o engenheiro florestal Murilo Soares.
Cultivado na Europa e Ásia Ocidental desde antes de Cristo, o repolho-ornamental também é comestível mas, pela beleza, é mais aconselhável plantá-lo no jardim. Se a intenção for colher repolhos para a mesa, prefira o tradicional. Na mesa, o repolho-ornamental pode ser consumido na forma de saladas, refogados e até servir como decoração de pratos. Curiosamente, pela textura das suas folhas, o seu gosto lembra mais o da acelga que o dos repolhos tradicionais (brancos ou roxos).
Embora no Brasil só sejam encontradas três variedades — roxos, brancos e, mais raramente, rosa -, nos jardins europeus há opções creme, verde-claro, verde-escuro, rosa e até bicolores. Outros destaques da espécie são o acabamento franjado das folhas — que produz uma textura interessante – e o porte de até 30 cm – que contribui na formação de manchas coloridas, como pequenos maciços.

Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in