Saturday, November 10th, 2012 | Author:

E a ciência?
Pois é, falamos aqui de algumas espécies de plantas que, de acordo com os mais variados povos do mundo, Afrodite deixou em seu rastro.
Um dos primeiros passos para o estudo de uma substância presente em uma espécie vegetal é a extração dela. Depois, é preciso fazer análises em laboratório para provar sua ação e se ela apresenta efeitos colaterais e indesejáveis. Mas vamos ao que interessa: há duas definições de afrodisíaco. A mais aceita é a de que afrodisíaco é uma substância que afeta o desejo, acorda a libido adormecida e atua diretamente no cérebro. Assim o verdadeiro afrodisíaco acordaria a libido. Nenhuma substância que se enquadre nesta definição foi encontrada em plantas.
Pela segunda definição, afrodisíaco é uma substância que atua diretamente na genitália, como, por exemplo, na ereção do pênis. Neste caso, a droga não atua no cérebro, não acorda a libido, mas age diretamente na genitália, quando esta é manipulada. Na segunda definição, a libido já está acordada, o problema é, por exemplo, fazer com que o pênis endureça e permaneça assim o tempo necessário. Duas substâncias retiradas de plantas agem diretamente sobre a genitália e, portanto, são afrodisíacas por esta definição: a papaverina e iombina.
Um estudo recente, realizado por um grupo de farmacologia da Universidade de Campinas, mostrou que extratos isolados de semente de guaraná, rizomas de gengibre, folhas de marapuama e casca de caule de catuaba causavam relaxamento em tecidos isolados do corpo cavernoso do pênis de coelhos. De todos, o mais eficaz foi o extrato de guaraná. Parece, portanto, que essas plantas têm algo a ver com impotência, mas no estudo não foram analisadas substâncias retiradas delas, nem experiências com homens.
Muitas espécies de plantas poderiam ser consideradas afrodisíacas, ou por aumentar o nível de testosterona no organismo ou porque elas mesmas têm testosterona.
Mas nada disso está cientificamente provado. O que importa mesmo é sentir amor por alguém e fazer sexo, que é a coisa mais gostosa do mundo, melhor que qualquer receita culinária que se possa inventar!

Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in