Thursday, September 05th, 2013 | Author:

Área de lazer:
Buxinhos (Buxus sempervirens) e pingos-de-ouro (Duranta repens) trabalhados com a técnica da to-piaria dividem a piscina do deque, localizado em uma área superior. Nele, apenas três vasos, uma mesa e quatro cadeiras, dispostas sob um grande ombrelone azul e branco. Dois degraus levam à área da piscina, em cujo entorno também foram dispostas poucas espécies. Aqui, a funcionalidade do paisagismo foi explorada. Buxinhos fazem uma espécie de cortina e obstruem a visão de quem está do lado de fora. Ou seja, é possível curtir um dia ensolarado com a privacidade devidamente garantida.
A piscina termina em um corredor que liga a entrada da sala de estar ao acesso à varanda, de onde se pode admirar a piscina e o deque. O corredor é delimitado por seis bambus-mossôs (Phyllostachys pu-bescens), três em cada lado. “Eles dão movimento ao projeto e realçam a arquitetura”, resume Faisal.

Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in