Arquivado em la Categoría » epoca de plantio «

Monday, August 16th, 2010 | Author:

Cultivo de orquídeas

Agosto.
Cuidado com as geadas que geralmente tornam-se mais freqüentes. A partir de agosto já podemos voltar a fazer mudas e replantar as orquídeas.
A floração desta época ainda é escassa. Aparecem a C. nobilior e a Sophronitis coccinea. Entre espécies estrangeiras, ocorre a floração dos Cymbidiuns e dos Dendrobiuns wardianum e devonianum.

Sunday, August 15th, 2010 | Author:

Cultivo de orquídeas para julho

Julho.
Apesar do frio intenso, muitas espécies de orquídeas florescem neste mês. A seca torna-se mais intensa e é aconselhável molhar as plantas na parte da manhã. Assim, à noite, quando o frio se intensificar, as plantas já estarão secas e seus substratos apenas úmidos. As regas podem ser parcialmente substituídas por bor-rifos de água temperada. Borrifos, neblina e orvalho noturno satisfazem as necessidades da maioria das orquídeas epífitas.
Mês de baixa floração, devido às baixas temperaturas. Florescem neste mês a linda Hadrolaelia jongheana, a C. guttata var. princzii e as Hoffmannseggella rupícolas. Entre as estrangeiras, ocorrem as florações exuberantes do Dendrobium nobile e seus híbridos.

Saturday, August 14th, 2010 | Author:

Guia de cultivo para junho

Junho.
Mês crítico para as orquídeas. Os dias são claros e ensolarados, com temperaturas amenas. As noites são frias e trazem as primeiras geadas. Devemos proteger as plantas cobrindo os telhados e ripados, usando plásticos transparentes, esteiras ou folhas de palmeiras, por exemplo. Os substratos devem ser mantidos mais secos. Regas, somente em caso de absoluta necessidade, e nas horas mais quentes do dia. Verificar sempre se a temperatura da água está compatível com o ambiente, para evitar um choque térmico nas plantas.
Neste mês, pode-se perceber nos nó-dulos dos pseudobulbos do Dendrobium nobile e de seus híbridos, o aparecimento de pequenos entumecimentos (bolinhas verdes). Deve-se então parar quase totalmente as regas e dar mais insolação a essas plantas. Se a rega for mantida, aparecerão mudas no lugar de flores.
Neste mês começam a florescer a C. loddigesii, a C. trianaeie os Paphiopediluns insigne e leeanum.

Friday, August 13th, 2010 | Author:

Cultivo de plantas para Maio

Maio.
A partir de agora o frio começa pra valer. Nos próximos três meses devemos abrigar nossas plantas das baixas temperaturas. Em regiões onde a diferença de temperatura entre o dia e a noite oscila mais de 20 graus, os cuidados devem ser redobrados.
Os telhados ou ripados abertos lateralmente devem ser fechados. Principalmente as aberturas voltadas paro o lado sul, devem ser tapadas com plásticos transparentes colocados verticalmente. Assim, as plantas estarão protegidas. O vento sul é um dos maiores inimigos das orquídeas. Plantas originárias de regiões quentes deverão ser transferidas para recintos fechados.
Florescem neste mês a C. walke-riana (descrita na p. 26 desta edição), além de muitos híbridos, e as estrangeiras Laelia anceps, Coelogy-ne cristata e C. percivaliana.

Thursday, August 12th, 2010 | Author:

Dicas de cultivo de plantas

Abril.
Mês em que os Dendrobiuns iniciam seu repouso anual. Quando completam seus pseudobulbos, parando de vegetar e de formar novas folhas. É tempo de transferir a planta para locais mais ensolarados, para que ela se acostume aos poucos ao sol direto. O Dendrobium nobile e seus híbridos, embora sejam plantas asiáticas são muito cultivadas no Brasil. Neste mês, as Coelogynes (asiáticas) também precisam de bastante luz para o amadurecimento dos pseudobulbos, o que é essencial para a formação de uma boa inflo-rescência. A partir de abril, e até o mês de agosto, os replantes e corte de plantas devem ser interrompidos, para propiciar o repouso anual das espécies.
Florescem neste mês a bela Hadrolaelia perrinii (descrita na p. 32 desta edição), os Oncidiuns forbesii e varícosum var. regersii; o Zygopetalum crinitum; as C. bowringiana e eldorado e a Sophronitis cernua. Mais dicas de plantas pode visitar plantas medicinais .

Wednesday, August 11th, 2010 | Author:

Dicas de jardim para março

Março.
As águas de março vêm encerrar o verão e as chuvas, que se tornam mais escassas a partir deste mês. A temperatura já começa a sofrer sensível queda. Porém, ainda é possível fazer transplantes, desde que sejam rápidos, pois os atrasos podem ser nocivos. As espécies replan-tadas necessitam, ainda, de um pouco de calor para que tenham um bom enraizamento. Evite choques antes da chegada do frio.
Em março floresce a “Rainha do Nordeste brasileiro” a C. labiata . Também é época de flores para as Cattleyas schofieldiana e violácea, dos Oncidiuns longipes e pulvinatum, do Zygopetalum maxillare, da M. clowesii e cio Cycnoches pentadactylon.

Monday, August 09th, 2010 | Author:

Dicas de jardinagem para fevereiro

Fevereiro.
As fortes chuvas ainda são constantes neste mês. Portanto, os mesmos cuidados observados para o mês de janeiro devem ser tomados.
Mês de floração da exótica Cattleya velutina, espécie quase extinta nos seus hábitats de São Paulo e Espírito Santo. Neste mês florescem ainda as Hadrolaelias xanthina e pu-mlla, as M. regnellii e spectabilis var. moreliana e os Oncidiuns jonesianum e lanceanum. Entre as estrangeiras, é a época da linda C. dowiana áurea.

Sunday, August 08th, 2010 | Author:

Dicas de cultivo das orquideas

Flores o ano inteiro.
Dicas de cultivo e sobre o período de floração das principais espécies..
Janeiro:
Altas temperaturas e pesadas chuvas são característicos deste mês. A maioria das plantas prefere o calor às baixas temperaturas. As orquídeas brasileiras e de nossos países vizinhos suportam bem as chuvas constantes, desde que os vasos tenham uma boa drenagem. Para escoar melhor a água, preencha um terço do vaso com cacos de cerâmica limpos. Algumas espécies mais sensíveis ao excesso de água devem ser recolhidas para locais cobertos.
Atenção às pragas e doenças. Lesmas, caracóis, tatuzinhos e outras pragas costumam proliferar nesta época. Utilize lesmicidas e inseticidas para combatê-los. Os fungos que se espalham através de esporos na umidade devem também ser controlados, de preferência com fungicidas sistêmicos. Não se esqueça dos devidos cuidados ao manusear esses perigosíssimos produtos.
Floresce neste mês a bela Cattleya bicolor, procedente dos estados do Sul e Sudeste brasileiros, além de outras espécies do mesmo gênero, como a C. harrissoniae, guttata e bicolor, e da peruana Cattleya rex. Outras plantas deste mês são a Catasetum fimbriatum, Stanhopea insignis e M. regnelii e spectabilis.