Arquivado em la Categoría » orquidário «

Tuesday, June 15th, 2010 | Author:

Orquideas Laelia mileri

Hoffmannseggella mileri (ex Laelia mileri).
Espécie cujo hábitat era um morro de ferro perto da cidade de Itabirito (MG), que foi totalmente arrasado pela mineração. Planta com pseudobulbos cilíndricos de 10 cm de altura com uma única folha estreita e bem coriácea de cor verde-bronze-ada. Inflorescências com cinco a oito flores de três centímetros de diâmetro, com pétalas e sépalas de cor vermelho-escar-late. Labelo com tubo e fauce de cor amarela e bem encrespado. Floresce na primavera. Felizmente existem muitas plantas provenientes de semeaduras à venda no comércio.

Sunday, June 13th, 2010 | Author:

Orquideas Hoffmannseggella crispata

Orquideas Hoffmannseggella crispata (ex Laelia cowanii).
Robusta espécie rupícula do Espírito Santo que vegeta sobre as pedras com muito detrito vegetal e muita umidade (constantemente correndo água), numa altitude entre mil e 1.200 metros. Pseudobulbos uniformemente alongados e redondos, com 40 cm de altura e uma só folha longa de 30 cm de comprimento, lanceolada, coriácea e sulcada de cor verde-escuro na parte superior, e lilás-bronzeada na parte posterior. Escapo floral vigoroso e ereto de 40 cm de comprimento com cinco a oito flores de cinco cm de diâmetro. Pétalas e sépalas bem estreitas de cor cinabarina-brilhante. Labelo fino e pontudo de cor mais escura, bordas onduladas e zonas esbranquiçadas. Floresce em outubro e novembro.

Saturday, June 12th, 2010 | Author:

Orquidea Laelia

Orquidea Laelia: gênero classificado por Lindley, em 1831. Encontra-se dentro da subtribo Laelieae. Seu nome provavelmente foi dado em homenagem à Laelia, uma das sacerdotisas virgens, ou originário das mulheres da família de Laelias, da Antiga Roma.
Gênero epífita e rupícola americano, com cerca de 120 espécies que vicejam desde o México até a Argentina, cujas flores têm oito políneas. O Brasil tem a maioria das espécies conhecidas. Suas plantas são de fácil cultivo e suas flores de intenso colorido.

Thursday, June 10th, 2010 | Author:

Orquideas epidendrum

Orquideas epidendrum: gênero classificado por Linnaeus, em 1753. Nome derivado do grego Epi (sobre) e Dendrum (árvore), em alusão ao epifitismo de suas plantas. Encontra-se na subtribo Laelieae.
Enorme gênero epífita, terrestre e rupíco-la com cerca de 750 espécies que vegetam na América tropical, desde a Flórida até o Paraguai. É de facílima cultura, portanto aconselhada para principiantes. Muitas de sua espécie não fazem a ressupinação.

Wednesday, June 09th, 2010 | Author:

Epidendrum warrasii

Epidendrum warrasii (ex Ep. scalares).
Em tamanho de planta é a maior espécie brasileira. Ela pode atingir seis metros de altura. Rupícula de crescimento monopodial com pseudobulbos roliços e vigorosos portando folhas de 15 cm de comprimento, sul-cadas e coriáceas de cor verde-acinzentado-bronzeado. As inflorescências que saem do ápice dos pseudobulbos são globulares com 20 cm de comprimento, dá até 20 flores de dois cm de diâmetro, rijas e de consistência cerosa. Pétalas e sépalas verde-esbranqui-çadas. Labelo fortemente trilobado de cor branco-cerosa. Vegeta sobre rochas com detritos vegetais numa altitude entre mil a 1.500 metros, nos estados da Bahia e Minas Gerais. Floresce na primavera e verão.

Tuesday, June 08th, 2010 | Author:

Orquidea encyclia

Orquidea encyclia.
Gênero epífita de 270 espécies originárias da América, desde o México até o Brasil. É muito cultivado. Antes suas espécies estavam reunidas no gênero Epidendriae de onde foi destacado por terem suas flores com labelo completamente livre, somente preso à coluna pela base.

Monday, June 07th, 2010 | Author:

Encyclia fowliei

Encyclia fowliei (ex Encyclia bahyensis).
Interessante espécie descoberta há poucos anos nas matas secas do sul da Bahia. Pseudobulbos redondos e enrugados de 15 cm de altura com uma a duas folhas estreitas de cor verde-bronzeada. Inflorescências de 50 cm de altura com duas a três flores de três cm de diâmetro na cor castanho-claro, totalmente reticuladas de marrom-escuro. Labelo pequeno de cor rosa com bordas amarelo-pálido. Habita a 800 metros de altitude e floresce em novembro e dezembro. Cultura difícil, pois necessita de um descanso de quatro meses sem regas depois de formados os pseudobulbos. Encyclia: gênero classificado por Hooker, em 1828. Nome deriva do grego “Enkuklein” (em círculo), descrevendo a posição do labelo na coluna. Encontra-se na subtri-bo Laelieae.

Sunday, June 06th, 2010 | Author:

Orquidea Cattleya walkeriana

Orquidea Cattleya walkeriana.
Flores com muita substância e grande durabilidade. São de cor rosa-púrpura até magenta. Labelo panduriforme, plano, branco no centro e magenta no restante, com zona marginal mais escura. Destacam-se em seu tipo os clones Feiticeira e Feet, e a variedade Princess, cujas hastes florais saem do ápice dos pseudobulbos, base da folha. Existem belíssimas variedades albas, semi-albas a caerule-as. Floresce entre maio e julho.

Saturday, June 05th, 2010 | Author:

Cattleya walkeriana

Cattleya walkeriana.
Espécie de floração hibernai e crescimento esparramado e desordenado. Vegeta sobre árvores ou rochas numa altitude entre 700 e mil metros. Pseudobulbos curtos, cilíndricos, fusiformes e sulcados com uma única folha elíptica-lan-ceolada, coriácea. Inflorescências que nascem de falso pseudobulbo com duas a três flores de 10 cm de diâmetro.

Wednesday, June 02nd, 2010 | Author:

Cattleya nobilior

Cattleya nobilior.
Espécie originária do Brasil Central que aparece numa altitude entre 600 e 900 metros. Pseu-dobulbos de 10 cm de altura, oval, fusiforme ou claviforme sulcadas e com duas folhas de 10 cm de comprimento, elíptico-ovais e coriáceas. As flores nascem da base dos pseudobulbos. Flores de 15 cm de diâmetro de cor róseo-púrpuras. Labelo grosso, profundamente trilobado e com lóbulos frontais uniformes e emarginados, disco amarelado com estrias púrpura. Para obter uma boa floração deve-se parar totalmente as regas após o amadurecimento dos pseudobulbos. Floresce em agosto e setembro. A melhor variedade é a rósea Amaliae com flores de ótima forma e cor rósea-clara.