Arquivado em la Categoría » Plantio de orquideas «

Friday, February 04th, 2011 | Author:

Como cuidar orquideas

POR AGUA ABAIXO.
O excesso de água pode trazer alguns problemas para a flor, como a podridão da raiz e a infestação por insetos como lesmas, caramujos e tatuzinhos, que podem ser retirados manualmente. Cochonilhas e pulgões também gostam desta orquídea e podem ser tratados com defensivos naturais ou óleo de Nim. “Planta saudável em ambiente saudável não adoece”, defende a empresária.

Saturday, August 21st, 2010 | Author:

Cultivo de orquideas em dezembro

Dezembro.
O calor começa a se tornar mais intenso. Voltam a rotina e os cuidados com nossas jóias. As plantas que possuem novas raízes devem receber copiosas regas, porém sem nunca deixá-las encharcadas. Regas moderadas nas plantas floridas faz com que elas durem mais tempo.
Este é a época de suntuosas florações da Hadrolaelia purpurata e suas lindas variedades do Rio Grande do Sul (planta descrita na p. 33 desta edição). Florescem ainda as Laelias grandis e tenebrosa, os Oncidiuns crispum e gardneri, além da estrangeira Callista amabilis.
Mais orquideas visita plantas medicinais.

Friday, August 20th, 2010 | Author:

Cultivo de orquideas em novembro

Novembro.
Nesta época, as regas das plantas devem ser feitas com cuidado. Deve-se molhar a planta intensamente, esperar a água secar e, somente então, molhar outra vez.
Desta maneira estaremos oxigenando as raízes dentro do substrato. Caso contrário, uma rega feita incorretamente pode apodrecer as raízes.
Mês de floração da Hadrolaelia lobata. Espécie que vegeta na Pedra da Urca e no Pão de Açúcar no Rio de Janeiro (descrita na p. 3o desta edição). Florescem também a Hadrolaelia purpurata procedente de Santa Catarina, a C. aclandiae, o Oncidium marshallianum e a M. flavescens. Entre as espécies estrangeiras aparecem as flores da Vanda tricolor e do Callista chrysotoxa.

Thursday, August 19th, 2010 | Author:

Cultivo de orquideas para outubro

Outubro.
Entramos em plena primavera, símbolo de exuberantes florações. Continuamos com os replantes e divisões de plantas. Aqui mais uma dica: não é aconselhável usar de varas ou pedaços de bambu para a cobertura das plantas. Estes materiais são ótimos abrigos para as mais diversas pragas e doenças, além de terem curta duração.
Outubro é o mês de floração da linda C. warne-ri, (descrita na p. 26 desta edição). Floresce ainda a C. schilleriana, os Oncidiuns con-color, crispum e sarcodes e a Bifrenaria harrisoniae.

Wednesday, August 18th, 2010 | Author:

Cultivo de orquídeas para setembro

Setembro.
A maioria das plantas já terminou seu repouso anual e inicia a brotação. Podemos então começar o replantio, principalmente das plantas que já ultrapassaram a borda dos vasos ou que apresentam o xaxim de seus substratos esgotado ou ácido. Isso pode ser facilmente verificado pela consistência mole e quebra-diça e pelo mau cheiro dentro do vaso.
Neste mês a C. intermedia está em plena floração. A C. amethystoglossa da Bahia também está em plena floração. Das plantas estrangeiras há a floração da C. trianaei, das Coelogyne cristata e da Vanda tricolor.

Friday, July 30th, 2010 | Author:

 espécies de orquides Cattleya

– Pegue a planta com a mão esquerda e revista suas raízes com xaxim desfibrado, tomando cuidado para não cobrir o rizoma da planta.
– Coloque, num terço do vaso, cacos de cerâmica e um pouco de xaxim sobre eles.
– Ponha a planta dentro do vaso sobre aquele xaxim, colocando sua parte traseira encostada na borda interna. A sua frente deve ficar dirigida para o centro do vaso.
– A planta deve estar livre de pragas e doenças, não deve apresentar folhas e pseudobulbos secos ou semi-mortos e estar corretamente etiquetada.
– Por fim, a orquídea deve estar úmida, pois estará sujeita a condições adversas durante três ou quatro dias de exposição. Mais informação sobre orquideas e plantio visite plantas medicinais.

Thursday, July 29th, 2010 | Author:

Epoca de plantio das orquideas

Quando cultivar as plantas em vasos, não se esqueça de colocar no fundo, em até um terço do recipiente, cacos de cerâmica limpos e picados para obter uma perfeita drenagem.
O Oncidium vai muito bem em cultura quando instalado em casca de peroba, inclinada dentro do vaso. Coloque cacos de Vellozia e Sphagnum para completar o vaso.
A Miltonia prefere cestinhas de madeira com pequenos palitos de xaxim.
A Hoffmannseggella rupícola necessita de mais água, conforme seu hábitat, e se dá muito bem quando cultivada num substrato de xaxim desfibrado e areia grossa lavada.
A C. nobilior pode ser colocada em cestinhas de madeira com pedaços de peroba e Vellozia.
O Paphiopedilum gosta de composto de pó de xaxim, terra de matas com detritos vegetais (fervida para evitar pragas), Sphagnum, areia grossa lavada e vasos plásticos.

Wednesday, July 28th, 2010 | Author:

Maneiras de plantio orquideas

Os melhores modos para plantar de acordo com as espécies.
Sem dúvida, o xaxim desfibra-do é ainda o melhor substrato para o cultivo de orquídeas. Devemos dar preferência aos vasos de cerâmica porosos. Para as plantas que gostam de mais umidade, podemos usar vasos de plástico.
Os seedlings (plantas pequenas que ainda não floresceram) prosperam melhor em pequenos vasos plásticos e que tenham como substrato o Sphagnum vermelho (procedente do litoral).
A Cattleya walkeriana prospera melhor sobre casca de peroba ou de Vellozia.
Podemos também cultivá-las com sucesso em placas finas de cimento, feitas com argamassa sem cal e na seguinte proporção: três partes de cimento para duas de areia fina. Após colocar essa argamassa numa pequena fôrma, coloque por cima algumas pedras porosas e pedaços de ossos. Isso evita o prejudicial transplante periódico.