Arquivado em la Categoría » Projetos de jardins «

Tuesday, August 02nd, 2011 | Author:

O cultivo do papiro é fácil: basta umidade, sol e solo fértil.
Grosso, originário da própria região, mas cultivável em todo o país. Planta bastante popular, ela apresenta colmos de 1 a 2 metros.
No cultivo, a muda do papiro deve ser colocada em solo ou vaso com terra argilosa, pois isso ajuda a segurar mais umidade. Além de dois terços dessa terra, a preparação do solo deve contar com um terço de substrato ou composto orgânico. Bailone recomenda incorporar 100 g de calcário dolomítico e 100 g de termofosfato por m2.
Na hora de reproduzir o papiro, o método mais indicado é pela divisão de rizomas, caules modificados que ficam embaixo da terra. Com isso, fica mais fácil conseguir novas mudas para formar grandes maciços de papiros. O efeito é bem ornamental, como já sabiam os antigos egípcios.

Monday, July 18th, 2011 | Author:

A luz de velas.
A o lado da cozinha fica um espaço para refeições ao ar livre. E, se for um jantar, melhor ainda, pois ganhará o toque romântico da iluminação de velas. Na cor vermelha, elas ficam sobre o lustre de ferro azul. Aliás, o mesmo ferro usado na confecção da mesa. As duas peças – o jogo de mesa e cadeiras e o lustre -foram desenhadas pela decoradora e executadas por um serralheiro.
O espaço tem ainda vista para a piscina. Ele é protegido do sol e da chuva por uma cobertura da Toldos Dias. E, por baixo, a forração de pedriscos mantém a rusticidade do paisagismo.

Saturday, July 16th, 2011 | Author:

Varanda bandeirista.
No processo de restauração e decoração da casa, muitas caracteristicas do período colonial foram mantidas, desde as cores branca e azul na fachada até a ampla varanda. Ela funciona como um living para tomar o chá da tarde ou apenas relaxar.
Sobre o piso de tábuas de madeira, sofás básicos na cor branca e poltronas em fibra natural mantêm a rusticidade típica das fazendas. Como a proprietária da casa gosta de toques de romantismo, na decoração criada por Neza César não faltam estampas florais nas almofadas azuis, cor-símbolo do período colonial. Toldos do tipo rolo, feitos de plástico, podem ser baixados, protegendo os móveis e permitindo o uso do espaço mesmo nos dias de chuva.

Tuesday, July 12th, 2011 | Author:

Treliças.
Espaços pequenos e estreitos são perfeitos para acomodar treliças, que são vendidas em muitos materiais – madeira, bambu, terro e PVC. Cada um deles apresenta suas vantagens. “A madeira destaca as plantas, o bambu é ecológico, o ferro se apresenta em vários modelos e o PVC tem fácil instalação”, explica a arquiteta paisagista Daniela Panzan, autora desse projeto.
Para dar mais vida ao local, Daniela dispôs treliças e vasos de madeira na cor magenta, repletos de heras (Hedera helix) (2) Se preferir, é possível utilizar outras espécies floridas, como brincos-de-princesa (Fuchsia hybrida), petúnias (Pelunia x hybrida) e gerànios-pendentes (Pelagornium peltatum). “Este sistema facilita a manutenção e possíveis substituições das plantas”, explica a paisagista.
A treliça de madeira tem um tom magenta bem diferenciado. Presos a ela estão diversos vasos com heras.

Monday, July 11th, 2011 | Author:

Arcos floridos.
Dispor arcos com trepadeiras sobre caminhos é criativo e não requer muito espaço. O maior cuidado é conduzir o crescimento da planta para que seus ramos sigam lixados nos arcos. As trepadeiras mais indicadas para essa situação são as volúveis – que se enrolam com facilidade -, como a amarelinha (Thunbergia aiala), o jasmim-estrela {Trachelospermum jasminoides), o jasmim-dos-poetas (Jasminum ollicinalis) e a flor-de-cera (Stephanotis lloribunda). Entre os arbustos escandentes, prefira a primavera . (Bouganvillea spectabilis) (1), que precisa ser conduzida com amarrilhos.
A primavera é uma das trepadeiras indicadas para cobrir arcos.

Saturday, December 11th, 2010 | Author:

Revista paisagismo & jardinagem

CONHECENDO OS BASTIDORES DE CADA JARDIM, CONSEGUIMOS FAZER A HORA E O LOCAL EXATOS ACONTECEREM.
Quem abre a revista Paisagismo & Jardinagem acha que somos os maiores sortudos. Conseguir os melhores jardins depende de muita pesquisa, conhecimento e a colaboração dos melhores paisagistas do País. Sortudo é o nosso leitor por tê-la em mãos todos os meses, faça chuva ou faça sol.

Sunday, December 06th, 2009 | Author:

Fontes de agua jardim

ÁGUA FRESCA O ANO TODO
Qualquer que seja a forma escolhida, o importante é que a água seja sempre fresca, limpa e abundante. De sorte que os bebedouros, por exemplo, devem ser esvaziados e reabastecidos com freqüência, particularmente em tempos de calor. Outro dado importante: a água destinada aos pássaros não deve conter nenhum tipo de produto químico. O cloro, por exemplo, que vem com a água en-canada, é prejudicial aos pássaros. Nestas circunstâncias, o melhor é ferver a água, ou deixá-la descansando por um certo período num recipiente de boca larga, para que o cloro evapore. Da mesma forma, tome cuidado para que os defensivos e fertilizantes que você usa no jardim não contaminem a água dos pássaros. Seria lamentável você atraí-los para, sem querer, acabar por envenená-los.

Sunday, November 15th, 2009 | Author:

Projetos de jardins

Agora, que você já domina os princípios básicos da combinação de cores no jardim, mãos à obra. Só não vá esquecer, na hora do planejamento, que cada planta tem seu próprio período de florescimento, e que você só obtém os efeitos das combinações desejadas, se o florescimento das espécies em jogo, for simultâneo.