Tag-Archivo para » epoca de plantio «

Monday, August 09th, 2010 | Author:

Dicas de jardinagem para fevereiro

Fevereiro.
As fortes chuvas ainda são constantes neste mês. Portanto, os mesmos cuidados observados para o mês de janeiro devem ser tomados.
Mês de floração da exótica Cattleya velutina, espécie quase extinta nos seus hábitats de São Paulo e Espírito Santo. Neste mês florescem ainda as Hadrolaelias xanthina e pu-mlla, as M. regnellii e spectabilis var. moreliana e os Oncidiuns jonesianum e lanceanum. Entre as estrangeiras, é a época da linda C. dowiana áurea.

Thursday, July 29th, 2010 | Author:

Epoca de plantio das orquideas

Quando cultivar as plantas em vasos, não se esqueça de colocar no fundo, em até um terço do recipiente, cacos de cerâmica limpos e picados para obter uma perfeita drenagem.
O Oncidium vai muito bem em cultura quando instalado em casca de peroba, inclinada dentro do vaso. Coloque cacos de Vellozia e Sphagnum para completar o vaso.
A Miltonia prefere cestinhas de madeira com pequenos palitos de xaxim.
A Hoffmannseggella rupícola necessita de mais água, conforme seu hábitat, e se dá muito bem quando cultivada num substrato de xaxim desfibrado e areia grossa lavada.
A C. nobilior pode ser colocada em cestinhas de madeira com pedaços de peroba e Vellozia.
O Paphiopedilum gosta de composto de pó de xaxim, terra de matas com detritos vegetais (fervida para evitar pragas), Sphagnum, areia grossa lavada e vasos plásticos.

Wednesday, July 28th, 2010 | Author:

Maneiras de plantio orquideas

Os melhores modos para plantar de acordo com as espécies.
Sem dúvida, o xaxim desfibra-do é ainda o melhor substrato para o cultivo de orquídeas. Devemos dar preferência aos vasos de cerâmica porosos. Para as plantas que gostam de mais umidade, podemos usar vasos de plástico.
Os seedlings (plantas pequenas que ainda não floresceram) prosperam melhor em pequenos vasos plásticos e que tenham como substrato o Sphagnum vermelho (procedente do litoral).
A Cattleya walkeriana prospera melhor sobre casca de peroba ou de Vellozia.
Podemos também cultivá-las com sucesso em placas finas de cimento, feitas com argamassa sem cal e na seguinte proporção: três partes de cimento para duas de areia fina. Após colocar essa argamassa numa pequena fôrma, coloque por cima algumas pedras porosas e pedaços de ossos. Isso evita o prejudicial transplante periódico.