Tag-Archivo para » curso de artes florais «

Saturday, April 09th, 2011 | Author:

COMPROMISSO COM O FUTURO.
TANUS SAAB, PRESIDENTE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE ARTISTAS FLORAIS, APRESENTA AS NOVAS FUNÇÕES DA ABAF E OS PROJETOS PARA 2008.
A ACADEMIABRASILEIRA DE ARTISTAS FLORAIS foi criada em 20 de janeiro de 2004, sem fins lucrativos e caráter político, tendo a frente os artistas florais Paulo Perissoto, Tanus Saab e Alfredo Tilli, apoiados por inúmeros profissionais. A intenção era discutir as metas dessa associação a fim de capacitar cada vez mais os floristas brasileiros, principalmente com a participação em eventos importantes do ramo floral, no Brasil ou no exterior.
Tanus Saab, atual presidente da Abaf, expõe os objetivos dessa associação, que gira em torno do apoio geral ao profissional, não apenas ditando regras, mas também organizando idéias, fomentando a melhoria de técnicas e divulgando a vantagem da profissionalização da classe. Confira os planos da nova diretoria para 2008.

Como está composta a nova diretoria da Abaf?
Além da direção geral da associação, dividimos a gestão da Abaf em mais três novas diretorias: diretoria da Prova da Abaf, diretoria da Copa Brasileira de Arte Floral e diretoria do site. Sou o presidente e o Paulo Perissoto é o vice-presidente. A frente da tesouraria está a Leo Mendes e da secretaria, a Tânia Santos. Para a diretoria da prova da Abaf foram eleitos Paulo de Bento, Alfredo Tilli, Paulo Andriola, Fernando Webcr e Carlos Weiss. Também temos a diretoria da Copa Brasileira de Arte Floral da Abaf, composta porWilma Beloto,Jab Pasollini, Juliana Ha-mes, Karina Saab e Rodrigo Carneiro. E também liá a diretoria do site, com Márcia Sorgenfrei, SandroTosi, Paulo Yoshida, Luciana Oliveira e Simone Carvalho Oliveira.

Quando a nova diretoria assumiu as funções à frente da academia?
Em julho de 2007, no Enflor, onde realizamos uma nova assembléia e também fizemos a votação para a eleição dos novos nomes.

Quais são os planos dessa nova diretoria?
Intensificar o principal objetivo da Abaf, que é o de capacitar e promover o flo-rista brasileiro. Para isso, em julho de 2007, assumimos a realização de alguns projetos para esse mandato, tais como: promover encontros entre a Abaf e laboratórios, onde professores reconhecidos irão promover reciclagem e troca de experiências; confeccionar o Manual Profissional Abaf – a Linguagem da Arte Floral Brasileira, que irá conter nossos termos técnicos e será muito útil na padronização de nosso vocabulário; dar continuidade na (‘opa de Arte Floral; evoluir as normas atuais da prova da Abaf para adequá-las às tendências da arte floral mundial; manter o novo site; elaborar a segunda edição do livro Arte Floral Brasileira; fazer parcerias para descontos em escolas e cursos reconhecidos na capacitação dos floristas; efetuar parcerias também com empresas para desenvolvimento de nossos produtos.